Vamos apresentar aqui alguns mitos e verdades sobre o universo da programação e tirar algumas lições importantes para o dia a dia do programador.

Bem, provavelmente você já tenha visto ou até mesmo vivenciado algum dos questionamentos que iremos citar abaixo. A ideia desse artigo é exatamente trazer uma reflexão sobre determinados tópicos que podem até ser considerados paradigmas do universo da programação.

Preciso ser um expert em matemática para programar?

Esse é um questionamento muito comum para quem está começando ou tem interesse em ingressar no universo da programação. Bem, devemos esclarecer logo que matemática e programação são duas coisas distintas.

Um programador, em boa parte da sua rotina, utiliza códigos – e isso não exige conhecimentos muito profundos em matemática, utiliza muito mais lógica do que cálculos em si. Claro, você precisará ter noções de álgebra mas nada que te obrigue a ser um expert no assunto. 

Então aqui vai uma notícia pra você que nunca foi tão fã de matemática, não se desespere! Programação ainda pode ser uma caminho viável pra você. 🙂

Código mal feito, será que funciona?

Bem, provavelmente isso seja uma situação um tanto quanto comum de se acontecer, quem nunca se deparou com um código ruim e se questionou “não é possível que isso funcione”. Bem, pois te trago uma notícia, sim, um código ‘ruim’ pode funcionar também.

Pode acontecer em diversas situações do programador desenvolver códigos mal estruturados e mal formatados, e por mais incoerente que possa parecer, esses códigos podem cumprir o papel para o qual foram desenvolvidos.

No entanto, isso acaba criando uma outra situação, na verdade uma verdadeira bola de neve pode se formar no futuro. Com um código mal feito, o processo de manutenção ou simplesmente de entendimento do código em si, acaba se tornando muito mais complicado e demorado. E como sabemos, o tempo é um elemento essencial para a entrega dos projetos.

Então é sempre importante estruturar bem um código e manter ele limpo e organizado para evitar problemas futuros.

Uma vez que se aprende a programar nunca se esquece!

Tem gente que acha que programação é como andar de bicicleta, mas sinto lhe informar que isso é mito. A tecnologia precisa ser constantemente estudada e aprimorada, assim como aprender um novo idioma, se você não praticar, há uma grande possibilidade de esquecer.

Muito mais que isso, exercitar constantemente refina sua habilidade de resolução de problemas, assim como seu domínio da linguagem ou ferramenta. Além de aprimorar sua visão sobre tecnologia.

A tecnologia está sempre mudando, imagina que você aprendeu PHP na sua versão 5.6 por exemplo, atualmente em 2022 já se encontra na versão 8.1, ou seja, muita coisa já mudou e se você não se atualizar ficará pra trás.

Claro, você pode até ser capaz de identificar muitas coisas, mas nem tudo será familiar para você, e esse estranhamento pode te fazer perder tempo estudando, testando e se encontrando de novo dentro da linguagem para poder entregar resultados.

Tudo bem copiar um código da internet?

E aí mito ou verdade? Mito! Copiar códigos dos outros não é uma alternativa muito boa, provavelmente a manutenção será um problema, além de demandar tempo para entender todo seu funcionamento e construção.

Citamos acima que código ruim pode funcionar, tudo bem é um ponto, mas isso não será a melhor solução.

Isso não exclui o fato que você pode usar outros códigos como exemplos e inspirações, isso é bom, mas desenvolva seu próprio raciocínio e implemente da sua própria forma, o mais interessante sempre será fazer você mesmo.

Será que a teoria é diferente da prática?

Ta aí uma grande verdade, quem nunca passou uma situação onde pensou numa solução, idealizou o projeto e a forma de construção do código, mas quando chegou na fase de execução prática viu que a coisa não seria tão simples quanto pensou ser.

A programação é prática, é muito comum nos depararmos com diversos fatores que nos forçam a mudar ideias e posicionamentos, poderíamos citar uma lista enorme de pontos que podem influenciar nessa diferença entre teoria e prática, mas como cada pessoa tem seu próprio contexto, vamos deixar essa reflexão em aberto.

Criatividade é uma característica inútil para quem quer programar.

Um grande mito que se estabelece com relação a programação é de que, devido a imagem que se constrói do profissional ter uma rotina inflexível, rígida e repetitiva, ele não terá espaço para utilizar sua criatividade. Bem, isso é uma mentira.

Pensa que um programador precisa lidar diariamente com a necessidade de criar soluções para problemas das mais diversas naturezas, para conseguir encontrar resoluções ele precisará (e muito) utilizar da criatividade para programar, além é claro, de agilidade,  organização e perspicácia. 

Então vamos desconstruir essa ideia que programar é algo monótono e inflexível, se você tem uma mente criativa pode se dar muito bem nesse caminho, isso porque cada vez mais se precisa de profissionais que consigam ter boas ideias e consigam ser capazes de promover inovações tecnológicas.

Procure sempre aprender a linguagem de programação que está na moda

Mito! O ponto aqui é que não existe propriamente uma linguagem de programação que possa ser considerada a melhor de todas. Claro, devemos reconhecer que algumas são mais populares que as outras, mas a única verdade universal que podemos levar pra vida é: todas as linguagens de programação mudam, evoluem ou podem ser esquecidas.

Então minha dica é, não caia na tentação de se limitar sempre a aprender as linguagens de programação mais recentes, tenha seu próprio repertório técnico, desenvolva seu domínio e segurança nas linguagens que escolheu trabalhar. Até porque é muito comum um projeto requerer conhecimentos em diversas ferramentas distintas, então cada experiência é importante na sua caminhada profissional.

Tem momentos que até o sênior trava…

Bem, tá aí outra verdade. Pois é, o programador sênior também pode acabar travado em alguma situação, e tá tudo bem, isso pode acontecer com qualquer um.

Muitas vezes um programador junior toma como exemplo e inspiração um sênior e cria as melhores e mais verdadeiras expectativas dele, que ele sempre irá entregar boas soluções. Bem, não tem nada de errado propriamente nisso, mas precisa entender que até ele pode errar, até porque independente do seu status, ele continua sendo um profissional em constante aprendizado e evolução.

Claro que devemos reconhecer que um Sênior com certeza terá um melhor raciocínio para resolução de problemas, saberá usar suas experiências para pesquisar com mais assertividade  e rapidez uma solução.

Se indentificou com algum ponto? Então compartilha conosco sua opinião! Aproveita também e confere outros artigos do nosso blog! 😉

Por ,

1 de julho de 2022

Compartilhar esta postagem

a

Você pode gostar também…

Novidades do PHP 8.1

Neste artigo vamos falar um pouco sobre as novidades, mudanças e melhorias vindas com a chegada do...

8 Dicas para você se tornar um programador melhor

Hoje viemos trazer aqui 8 dicas para você se tornar um programador melhor do que já é, conseguin...

9 Tendências de Desenvolvimento Web e TI para 2022

Confira neste artigo 9 importantes tendências de desenvolvimento web e TI que você deve ficar de ...

Você pode gostar também…

Receba novas postagens, recursos, ofertas e muito mais a semanalmente.

Nós utilizaremos seu email para te adicionar a nossa Newsletter semanal. Você pode sair desta lista a qualquer momento clicando no link no final dos emails recebidos, ou entrar em contato conosco em vendas@scriptcase.com.br. Conheça nossa Política de Privacidade.