Em algum momento da sua vida você já deve ter se deparado com a seguinte questão: qual o mais vantajoso para mim, adquirir um sistema pronto ou desenvolver meu próprio sistema? A resposta para esta pergunta vai depender de muitos fatores como: necessidades da empresa, mercado de atuação, equipe de desenvolvimento, etc. É necessário avaliar alguns fatores antes de tomar a melhor decisão para você.

A seguir apresentaremos algumas dicas de como fazer a escolha certa. Porém o objetivo desse artigo é para muito mais que trazer essa reflexão inicial, mostrar todas as vantagens que desenvolver o próprio sistema. Vamos lá?

Sistema pré-pronto, sim ou não?

Antes de entrarmos propriamente no nosso assunto principal, devemos entender as vantagens e desvantagens que envolve a compra de um sistemas já pronto. Claro que como tudo nessa vida, tudo sem seus prós e contras, seria insensatez da minha parte não reconhecer que, dependendo da situação, a compra um software de prateleira pode ser interessante. Primeiramente, a vantagem que podemos pontuar de cara é o custo e tempo de implantação, isso porque cada vez mais os clientes estão buscando soluções imediatas e que gerem valor no menor tempo possível. Essa busca por resultados rápidos tem se tornado critério fundamental para a decisão final. 

Além desse ponto, outra questão é o custo final dessa compra, que dependendo do contexto, pode ser muito baixo.

Agora como nem tudo são flores, vamos aos contras, a primeira desvantagem que observo com relação a compra de um software pronto é a adaptabilidade ao seu funcionamento, quando falo isso me refiro ao fato de que se faz necessário que a empresa se adeque as regras de negócio do sistema já desenvolvido, e em 99% dos casos o produto da forma que vem não se encaixa completamente aos processos envolvidos, isso por se tratar de uma ferramenta genérica.

Claro que há quem se contraponha argumentando que isso pode ser customizado para as necessidades da empresa, mas essa necessidade já afeta diretamente os prazos e eficiência. Outro ponto é, que caso aja necessidade de personalização da solução para determinadas demandas da empresa, coisa que é bem comum de se acontecer, o usuário vai ser atendido por uma equipe que provavelmente tenha diversas outras demandas de diversos outros usuários, que em alguns casos, possa ser mais urgente que a sua. E se você pensar na lógica da compra de um sistema sob encomenda, o que se espera é uma melhor dedicação pela equipe de desenvolvimento. Outro ponto também é que acaba sendo muito comum um software pré-pronto apresentar muitas ou poucas funções para sua empresa, isso no sentido de recursos que ele tem e recursos necessários para suas demandas, o que no final das contas acaba levando empresa a adotarem software A para terminar determinadas tarefas e software B para terminas outras tarefas relacionadas.

Então volto a enfatizar que se o seu negócio tem necessidades específicas, um software personalizado pode substancialmente ser a melhor opção.

Porque desenvolver seu próprio sistema?

Embora o desenvolvimento de software personalizável para as necessidades da empresa possa parecer custoso ao primeiro momento, o retorno do investimento pode valer muito a pena no final. Claro que não podemos esquecer que energia, tempo e recursos direcionados para esse processo são muito importantes e precisam ser ponderados.

O processo de desenvolvimento de sistemas, associado ao uma ferramenta eficiente ( Scriptcase por exemplo, como ferramenta RAD e low-code) podem tornar a ideia final mais inteligente, eficiente e ideal para as reais necessidades da empresa. Digo isso porque sabemos que seu negócio apresenta uma organização dinâmica e em constante evolução, sendo assim, o software acaba que tendo a necessidade de crescer e evoluir junto com a empresa, não permanecendo estático. Abaixo vamos listar uma série de justificativas para entendo como um software personalizado pode acabar ajudando a transformar sua empresa em uma organização mais escalável:

1 – Ganho de produtividade

Sistemas desenvolvidos baseados nas suas reais necessidades tendem a permitir um trabalho mais rápido, inteligente e eficiente da equipe. Você pode desenvolver várias aplicações e integrá-las num mesmo ambiente facilitando todo o processo de utilização, tendo em vista que não haverá mais a necessidade de abrir diferentes aplicativos para conseguir finalizar uma tarefa.

2 – Custo de manutenção

Partindo do pressuposto que os sistemas foram desenvolvidos pela própria equipe de forma personalizada as necessidades da empresa, o processo de manutenção dos sistemas se torna significativamente mais rápido e barato. Tendo em vista que os desenvolvedores tem total conhecimento dos processos envolvidos e das necessidades emergentes, sejam no sentido de ajustes ou evolução dos sistemas.

3 – Vantagem competitiva

Quando se desenvolve uma relação de confiança com uma determinada solução pré-pronta que coincidentemente seu concorrente também usa acaba existindo muito mais dificuldades para superá-lo em diversos sentidos. Já quando existe o desenvolvimento de sistemas personalizados, que inclusive é o mais ideal para operações comerciais no geral, a possibilidade de você obter vantagens competitivas é muito alta, e ela vai se desenvolver e crescer proporcionalmente na medida que você investe nos seus sistemas proprietários.

4 – Privacidades dos dados

Partindo do princípio que você desenvolveu os seus sistemas e coordenou todo o processo de conexão, entrada e saída dos dados o ganho de privacidades das informações é muito alto tendo em vista que não se faz necessário o envio dessas informações para terceiros. Esse contexto se torna muito mais seguro para suas operações e para seus usuários.

5 – Compatibilidade entre sistemas

A compatibilidade entre softwares e sistemas operacionais é um fator de extrema importância que deve ser ponderado no processo de aquisição de qualquer solução. Quando uma solução consegue ser completamente compatível com o sistema do usuário, as pessoas conseguem aproveitar de forma muito mais inteligente os recursos disponíveis.

6 – Maior controle

Quando você escolhe por criar seus próprios sistemas tem controle total sobre cada estrutura que o compõe. Elementos como protocolos de segurança usados, funções básicas e recursos avançados são definidos e construidos de acordo com o que as necessidades exigidas do sistema. Nesse sentido a aplicação tem significativamente muito mais chances de atender todos os objetivos planejados e todas as normativas de controle definidas internamente pela empresa.

Sendo assim investir em tecnologia é sempre fundamental para se destacar no mercado e aumentar sua produtividade. Contudo sempre é importante ponderar suas demandas e possibilidades para fazer a melhor escolha para suas necessidades atuais.

Todos os pontos abordados só geram resultados realmente positivos quando existe uma escolha inteligente da ferramenta e um time preparado para entregar os resultados. Tendo total consciência e planejamento nos processo de manutenção e desenvolvimento para alcançar as expectativas finais. Por isso, conte sempre com a ferramenta ideal para alcançar seus objetivos da forma mais eficiente e com os custos mais justos.

Por ,

27 de julho de 2021

Compartilhar esta postagem

a

Você pode gostar também…

API: o que é e quais o Scriptcase tem disponíveis?

Entenda tudo sobre o que é uma API, pra que elas servem e exemplos de API's que já vem integradas...

7 Motivos para você modernizar as aplicações da sua empresa

Abaixo vamos refletir um pouco sobre algumas razões que devem ser pensadas diante da necessidade d...

Desânimo e/ou vontade de desistir da programação? Saiba como evitar!

Você já passou por aquele momento em que o desânimo tomou conta e você pensou em desistir da á...

Você pode gostar também…

Receba novas postagens, recursos, ofertas e muito mais a semanalmente.

Nós utilizaremos seu email para te adicionar a nossa Newsletter semanal. Você pode sair desta lista a qualquer momento clicando no link no final dos emails recebidos, ou entrar em contato conosco em vendas@scriptcase.com.br. Conheça nossa Política de Privacidade.